Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mil e quinze

Livros, séries, filmes e muito mais ♥

17
Jul22

SÉRIES: Ms. Marvel

Vera

 

Ms. Marvel introduz-nos a Kamala Khan, uma jovem adolescente de origem paquistanesa que sente que não encaixa em casa e na escola. A sua vida sofre uma grande transformação quando Kamala adquire poderes e se torna numa super heroína, tendo de gerir a sua vida na escola e em casa com os seus novos poderes.

 

Queria muito ter gostado desta série, que tinha tudo para dar certo, mas não foi isso que aconteceu. Acho que esta é das séries mais importantes da Marvel em termos culturais, mostrando-nos a vida de uma adolescente no seio de uma família muçulmana que vive nos Estados Unidos. Não me cabe a mim dizer se a representação que fazem desta cultura e religião está 100% precisa e exacta, mas pareceu-me ser uma representação correcta - sobretudo no que toca à família.

 

Mas em tudo o resto eu sinto que a série falhou tanto. Fiquei agradada com o primeiro episódio, com algumas decisões relativas à edição (que foram desaparecendo ao longo dos episódios) e parecia uma série promissora. Mas foi das poucas obras da Marvel que me custaram mesmo a acompanhar, começando a sentir cada vez menos vontade de ver os episódios.

 

Para começar, tenho uma opinião que acho que não é muito popular pelo que tenho visto, mas é a que tenho: a actriz principal não é nada carismática. Não me conquistou, achei-a tão "pãozinho sem sal" que comecei a achar a personagem simplesmente aborrecida. Depois, a série é demasiado juvenil para o meu gosto; não há nada de errado com isto e até faz bastante sentido sê-lo - mas efectivamente não é para mim. Ainda por cima porque acho que pegaram em todos os clichés e mais alguns deste tipo de histórias: as populares da escola a gozarem com as menos populares, o grupo de amigos outsiders, os rapazes bonitos e as paixonetas... Desculpem, mas tenho quase 29 anos, não tenho 15. Definitivamente não faço parte do público-alvo para esta série.

 

Em termos técnicos, tenho pena que alguns elementos mais criativos dos primeiros episódios tenham simplesmente desaparecido nos restantes - dá mesmo ideia que os usaram só para parecer bonito ao início e que depois ignoraram por completo a criatividade. O enredo foi construído de forma um pouco preguiçosa, com certas escolhas narrativas que não tiveram qualquer explicação na série inteira - simplesmente atiraram para a história um momento ou outro à espera que pegasse, sem qualquer fundamento para isso.

 

Uma outra coisa que foi de extrema importância nesta série foi terem mostrado a partição da Índia, bem como os seus efeitos na vida e família de Kamala ainda hoje. Tenho opiniões ambíguas em relação a estes momentos da série, porque acho que tiveram um ritmo super lento mas também foi das partes que mais gostei na série. Acho mesmo que esta série tinha imenso potencial no que diz respeito a estes elementos históricos e culturais, mas infelizmente também acho que esse potencial não foi bem aproveitado.

 

Em suma, com muita pena minha, esta série não me agradou muito. Recomendo ver pelos elementos histórico-culturais - de resto não acho que valha assim tanto a pena... A não ser que quem me esteja a ler desse lado seja adolescente. Talvez seja uma série mais adequada a essa faixa etária.

 

2.5.JPG

 

Quem já viu, o que achou?

14
Jul22

FILMES: Thor: Love and Thunder

Vera

Não desapareci, mas entre deixar de ver e ler coisas, mini-férias, semanas de cansaço e stress e algumas mudanças importantes na minha vida, acabei por deixar este canto em segundo plano. E lamento dizer que assim continuaria se entretanto não tivesse havido mais um lançamento do mundo da Marvel - que nesta altura do campeonato ainda é o que vai salvando este blog do abandono... Como já se tornou habitual, lá fui eu ver mais uma obra da MCU ao grande ecrã. Ia sem quaisquer expectativas e acabei a gostar bastante do que vi.

 

 

Em Thor: Love and Thunder vemos o nosso protagonista em luta contra Gorr, um vilão que, após alguns momentos menos positivos na sua vida, percebe que a sua única missão é matar todos os deuses no universo.

 

Vamos tirar já os pontos negativos do caminho: foi um filme que pareceu demasiado pequeno quando comparado aos seus primos, e que por isso não aproveitou bem certos elementos como a fantástica interpretação de Christian Bale no papel do vilão Gorr. O próprio actor merecia mais desenvolvimento de personagem que a que teve, e portanto no final o filme acabou por saber a pouco.

 

Apesar disso, posso dizer que foi um dos filmes que mais gostei na saga Thor. Pareceu-me mais maduro, com um rumo mais bem definido e teve um elemento de humor que de tão básico, tão simples, tão parvo que foi acabou a ser simplesmente genial. E fez-me rir o filme inteiro.

 

Com uma inspiração claramente retirada do rock dos anos 70/80 - o próprio título e sobretudo o seu design já aludem a isso -, o soundtrack deste filme é outro ponto positivo a destacar. Também gostei do rumo que deram à personagem de Natalie Portman - não tanto do rumo final, mas aprecio que a tenham colocado lado a lado com o Thor como seu "igual". E mais importante ainda, que tenham dado uma boa explicação para isso acontecer.

 

Em suma, não faria mal ao filme ter mais 15 ou 20 minutos para dar mais destaque à personagem de Christian Bale, que tinha tanto potencial para se tornar um dos vilões mais bem construídos e representados da Marvel. Mas esteve longe de ser dos piores filmes da Marvel - embora tenha visto algumas baixas classificações e comece a perceber que sou sempre do contra. Vejam ao vosso critério!

 

4.JPG

 

Quem já viu, o que achou?

 

_______________________

Agora nada a ver mas estava a pensar mudar o nome às minhas "rubricas" (se é que se podem chamar disso... que acho que não), porque decidi do nada que estava cansada de escrever só "FILMES", "SÉRIES" e "LIVROS"... e estava a pensar, respectivamente, em "Com Pipocas", "Na TV" e "À Cabeceira". Desse lado aprovam ou é só parvo?

Mais sobre mim

foto do autor

29 ∷ Miúda do interior com alma de lisboeta ∷ Wannabe marketeer ∷ Overthinker a tempo inteiro ∷ Sempre a saltar de livros para séries para jogos nas horas vagas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

📖 A ler:

📺 A ver:

Devs, Temporada 1
Friends, Temporada 6 (a rever)
Marvel's Defenders, Temporada 1
Mad Men, Temporada 1
House of the Dragon, Temporada 1
Rick and Morty, Temporada 6

🎮 A jogar:

Stardew Valley
Tomb Raider

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D