Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mil e quinze

Livros, séries, filmes e muito mais ♥

30
Jan21

Sobre ler (ou não) histórias "problemáticas"

Vera

As aspas do título estão lá apenas pela flexibilidade da palavra; aquilo que eu considero problemático pode não o ser para outra pessoa. Achei por bem vir reflectir um pouco sobre este assunto.

 

Há muitos, muitos anos atrás li o Lolita do Vladimir Nabokov, um dos mais famosos clássicos da literatura e, apesar de neste momento não me lembrar mais de nada do livro (tirando, obviamente, o seu ponto central), lembro-me que gostei bastante dele. Li-o em 2012, portanto eu tinha 18/19 anos, e não vi qualquer problema em lê-lo. Hoje em dia a história é diferente: até gostava de o reler, mas tenho algum receio de o fazer porque tenho uma consciência muito maior do problema que existe no facto de a história ser uma história de pedofilia.

 

No entanto, o que origina este post nem sequer se relaciona com este livro - sendo que já o li, também já não é um problema - e sim com o facto de ter em mim um conflito interno muito grande associado ao facto de querer ler o Call Me By Your Name. Este conflito interno é muito parvo por si só se considerarmos que eu já vi o filme, mas vamos ignorar essa parte. Foi, na verdade, precisamente por ter visto o filme que sinto algum conflito em querer ler o livro. Tenho bastante curiosidade de o fazer, mas uma vez mais, para mim é outra clara história de pedofilia. Cheguei a pesquisar este assunto e vários argumentos são utilizados para contestar: 1) O facto de ser o Elio a iniciar a relação e não o Oliver; 2) O facto de a idade de consentimento em Itália ser de 14 anos, e o Elio já ter 17. Para o segundo não tenho resposta fundamentada, mas serve-me de pouco porque não acho 14 anos uma idade com maturidade suficiente para tal (e isto é apenas uma opinião pessoal). Já para o primeiro tenho a dizer que não me diz nada, porque isso não impede que o Oliver tenha deixado que o relacionamento continuasse.

 

E vocês podem dizer "e qual é o problema? É uma história de ficção!", e têm toda a razão mas, por algum motivo, é algo que me faz sentir um pouco desconfortável. Por isso, queria criar aqui um debate e perguntar-vos qual a vossa opinião sobre este assunto. Se também hesitam um pouco em ler livros com histórias mais problemáticas, se o fazem sem problemas, se se recusam em fazê-lo... Digam-me de vossa justiça!, que eu cá vou continuar com o meu conflito interno.

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

30 ∷ Do interior, mas com alma de lisboeta ∷ Digital Marketeer ∷ Overthinker a tempo inteiro ∷ Sempre a saltar de livros para séries e jogos nas horas vagas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

📖 A ler:

📺 A ver:

Daredevil, Temporada 3
Mad Men, Temporada 1
Guillermo del Toro's Cabinet of Curiosities, Temporada 1
Suits, Temporada 2 (a rever)
Brooklyn Nine Nine, Temporada 3 (a rever)
Prison Break, Temporada 4

🎮 A jogar:

Pokémon White
Stardew Valley Expanded
Disney Dreamlight Valley
Dishonored
My Time at Portia

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D